Buscar
  • atendimento0715

FILMAGEM EMMOMENTO ÍNTIMO PARA COMPROVAR TRAIÇÃO: MULHER SERÁ INDENIZADA

A 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, manteve entendimento de primeira instância, que condenou dois homens ao pagamento de indenização a mulher que foi filmada em momento íntimo e posteriormente exposta nas redes sociais.


O vídeo foi feito pelos homens para provar que a mulher estava traindo o marido. Eles a seguiram, invadiram uma residência, fizeram a filmagem dela com outro homem e enviaram em um grupo nas redes sociais.


O desembargador Álvaro Passos, relator do recurso, salientou que o estado civil da mulher e o fato dos envolvidos frequentarem uma igreja onde traição é “falta grave”, são condições irrelevantes para a resolução do processo. A atitude ilícita dos demandados é certa e confessa, enquanto a eventual traição diz respeito aos emocionalmente envolvidos e “jamais legitimam a sua exposição”.


Fonte: Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM)



0 visualização0 comentário